Buscar

Share

Importante: A Resolução da ANVISA Nº052 de 22 de Outubro de 2009 indica a contratação apenas de empresas licenciadas. A LM Química é uma empresa autorizada. Clique nessa mensagem para visualizar nosso certificado.


Características

É a ordem que abrange o maior número de espécies, com aproximadamente 300.000 conhecida, compreendendo os insetos denominados vulgarmente como besourinhos, são na verdade insetos primários, medindo de 2 á 4 mm de comprimento, de coloração castanho escuro, tendo como principal característica, a cabeça prolongada, que forma uma trompa.

Atacam indistintamente cereais e vegetais, introduzindo-se pelas casca das árvores, indo para o centro até atingir o cerne, sendo levada ao interior dos imóveis na aquisição de madeiras para sua edificação.

Estas espécies sofrem uma metamorfose completa: (ovos-larva-pupa-inseto adulto).


OVOS:

A multiplicação destas espécies é sexuada. A fêmea deposita mais de mil ovos durante sua existência, os quais são difíceis de serem identificados, graças ao seu tamanho reduzido, e por estarem no interior dos materiais a serem consumidos. Geralmente a fêmea deposita um único ovo por vez, e em seguida a cavidade é fechada devido á uma secreção gelatinosa produzida pela fêmea.


LARVAS:

Em poucos dias, os ovos se transformam em larvas, que imediatamente começam a alimentar-se, cavando uma galeria no interior dos materiais (cereais ou vegetal). Dotada de um aparelho mastigador bem desenvolvido, em pouco tempo ocasionam grandes danos, além do mais suas excreções comprometem o material, abrindo caminho para fungos, ácaros e outros insetos, deterioradores de madeira. O desenvolvimento da larva passa por diversas fases de ecdises (troca de casca para o inseto crescer), até chegar á fase de pupa.


PUPA:

É nesta fase que se produzem as mudanças fisiológicas que irão dar origem a um novo inseto adulto. A pupa permanece imóvel, em estado de repouso, e não se alimenta até completar a mudança. 

INSETO ADULTO:

Este não realiza mais crescimento devido o fato de seu exoesqueleto apresentar uma ecdise muito resistente.


Os coleópteros são insetos polífagos (alimentam-se de tudo), e apresentam considerável importância agrícola, dado o elevado número de espécies filofagas (alimentam-se de vegetal). Por outro lado, encontram-se entre eles muitas espécies benéficas, que atacam plantas daninhas e outros insetos.