Buscar

Share

Importante: A Resolução da ANVISA Nº052 de 22 de Outubro de 2009 indica a contratação apenas de empresas licenciadas. A LM Química é uma empresa autorizada. Clique nessa mensagem para visualizar nosso certificado.

Existem cerca de 110 mil espécies de moscas, possui hábitos diurnos. É cosmopolita, tem distribuição geográfica mundial, apresenta um alto índice de sinantropia e endofilia, ou seja, é um frequentador constante de residências, seja em ambientes urbanos ou rurais, não há quem já não tenha sido perturbado por uma, voam aproximadamente 6,5 km/h. São coprófagas (alimentam-se de fezes) e necrófagas (alimentam-se de cadáveres). A mais comumente encontrada é mosca doméstica (Musca domestica). 

Características

Insetos voadores pertencentes a ordem Díptera, são os mais encontrados em todo o mundo.

Dentro das espécies, algumas são hematófagas e outras se alimentam de matéria orgânica fresca ou em decomposição, razão pela qual se tornam vetores de vários microorganismos causadores de doenças, tais como: febre tifóide e paratifóide, diarréia, cólera, vermes intestinais, poliomielite, entre outras.

Além de transmitir endemias, algumas das espécies de moscas competem com o homem por alimento, como no caso da mosca das frutas (Anastrepha spp), que causa danos diretos no processo produtivo. É uma praga de diversas culturas e é parasita de animais, o que interfere na produção de carne, ovos e outros produtos de origem animal.


Dentre as espécies caracterizadas como pragas, temos a mosca comum (Musca domestica), mosca dos estábulos (Stormoxys calcitrans), mosca das latrinas (Phania spp), entre outras. Há vários outros tipos de moscas menos freqüentes nas residências, mas que estão nas cidades. Existem as que se alimentam de cadáveres onde também põem seus ovos (Sarcofagídeos) e as de coloração metálica (Califorídeos) que vivem do lixo mas preferem carne e seus derivados. Há ainda, as pequenas Drosophilas e as "Mutucas" que picam dolorosamente. Além dessas, ocorrem várias outras espécies que causam incômodo e contaminações.


Musca Domestica

Nome Comum: Mosca Doméstica

Tamanho: 7-9 mm

Cor: acinzentada, 4 faixas escuras longitudinais

Aparelho bucal: lambedor sugador

Ciclo de vida: ovo, larva (I, II, III), pupa e adulto, quanto maior a temperatura e umidade mais rápido se completa o ciclo.

Tempo médio de vida: 25 a 30 dias, as fêmeas vivem mais que os machos.

Importância para nossa saúde: são vetores mecânicos de bactérias, vírus, protozoários e fungos.


A oviposição pode se dar em ambientes ricos em matéria orgânica ou diretamente nos animais parasitados. No caso da mosca comum, após a fêmea copular com o macho, deposita seus ovos, que são em torno de 75 a 100 ovos por lote, colocando-os num total de 5 a 6 lotes; a eclosão destes ovos no período quente, fica em torno de 12 a 24 horas. Após a liberação das larvas, esta fase dura aproximadamente de 4 a 7 dias; ao término deste período, começa a fase pupal, que dura algumas horas, fechando seu ciclo com a fase adulta. No verão, dependendo da temperatura e umidade, pode-se chegar a duas gerações de moscas em um mês.

As moscas são atraídas por uma grande variedade de alimentos, mas seu aparelho bucal, só permitem a ingestão de alimentos líquidos ou semil^íquidos, de forma que necessitam liqüefazer regurgitando sobre eles sua saliva fortemente enzimática.

Habitualmente, esses insetos podem ser encontrados pousados no chão, paredes, tetos, folhas de plantas etc. À noite, são encontrados repousando sobre fios elétricos e arames.


Tratamento e controle:

O sucesso do controle eficiente desta praga, exige uma inspeção criteriosa dos criatórios de larvas e os locais freqüentados pelos adultos, pois na estratégia a ser adotada deverá ser efetuada ao mesmo tempo para formas jovens e adultas, impedindo as freqüentes reinfestações.


Dentro do manejo integrado de pragas (MIP), todo o tratamento químico deve ser associado com as boas práticas de higiene, reduzindo o acesso ao alimento e interferindo de forma decisiva no ciclo reprodutivo através da redução de possíveis criatórios.